Halitose – boca com mal cheiro nunca mais!

Você com certeza já conversou com alguém que tinha um “cheiro horrível” na boca, não é mesmo?

A halitose, também conhecida como “mau hálito”, é uma alteração que possui causas diversas.

É uma disfunção bastante comum entre a população, porém, pode afetar diretamente o contato de uma pessoa com as demais.

Dentre todas as possíveis causas, a mais comum tem total relação com os problemas bucais existentes. Ou seja, cáries, saburra lingual (língua esbranquiçada), inflamação gengival, próteses mal adaptadas, acúmulo de alimentos entre os dentes…

E, com isso, o mau hálito acontece devido a liberação de compostos de enxofre na cavidade bucal.

Outra causa também considerada comum, ocorre em consequência de problemas respiratórios, como faringites, amigdalites, sinusites, presença de corpo estranho na cavidade nasal.

Pacientes com problemas respiratórios tendem a respirar pela boca, em consequência, aumenta a viscosidade da saliva e a saburra lingual (responsável por maus odores).

Muitos acreditam que a maior parte dos casos de halitose sejam causados por problemas gástricos, mas isso só deve ser considerado um fator quando forem eructação gástrica (arroto) ou refluxo gastroesofágico, pois isso acontece devido a deficiência na válvula que separa o estômago do esôfago.

Sendo assim, a maioria dos casos pode ser resolvido com uma boa higiene dos dentes e da língua, associado a um acompanhamento odontológico.

E caso sua saúde bucal esteja em dia e o mau hálito continue, seu dentista te encaminhará para uma avaliação em outra especialidade.

Share:

Deixe uma resposta